Novos Tratamentos Corporais Para Emagrecer

Com esses tratamentos estéticos, você poderá conquistar o corpo dos seus sonhos em pouco tempo. Vale a pena o investimento!

Artigo publicado por Aline Couto nas categorias: Estética

Na eterna busca pelo corpo perfeito, homens e mulheres vão à clínicas de estética para alcançarem os corpos dos seus sonhos. Por isso, a indústria da estética tem investido cada vez mais nos tratamentos corporais para emagrecer e que têm se tornado cada vez mais eficazes e duradouros. Nesse ano, temos algumas novidades nessa área e você os conhecerá nesse artigo. Sendo assim, saiba quais são os novos tratamentos corporais para emagrecer e escolha o que mais se adapte ao seu perfil:

Novos-Tratamentos-Corporais-Para-Emagrecer

Ultrassom

Esse tratamento funciona da seguinte maneira: um aparelho emite ondas sonoras nos locais em que se pretende perder medidas e as suas vibrações mecânicas atingem os tecidos subcutâneos. Dessa forma, a circulação local é aumentada e a permeabilidade da membrana das células adiposas é alterada, o que favorece o extravasamento da gordura interna, que é reabsorvida e eliminada pelo organismo. Ele é bastante eficaz e ainda pode ser associado a outros tipos de tratamentos ou a medicamentos lipolíticos. No entanto, é contraindicado para pessoas com marca-passo, próteses de metal, diabetes ou tecidos neoplásicos.

Endermologia

Diferentemente de outros tratamentos, o objetivo da endermologia, que faz uma sucção no tecido a ser tratado, é o de remodelar as células adiposas e não, destruí-las. Quando são sugadas, remodelam-se e as fibras duras que formam a celulite em alto grau são destruídas. Com isso, os líquidos tóxicos do corpo são drenados e os resultados são ótimos, pois o corpo fica com menos celulite, mais firme e com contornos mais bonitos. Para conhecer os resultados do tratamento, é necessário fazer pelo menos 10 sessões e o tratamento não é indicado para pessoas com menos de 40 dias de pós-operatório, gestantes e com varizes.

Lipocavitação

O tratamento denominado lipocavitação é um tipo de ultrassom que libera ondas de baixa frequência capazes de provocar pequenas cavidades nas células de gordura. Dessa forma, elas são rompidas e a gordura é eliminada pelo sistema linfático. Antes de fazer esse tratamento, é preciso passar por uma avaliação bastante criteriosa, ou poderão haver problemas de saúde ou estéticos. Portanto, pessoas gestantes, diabéticas, com alterações no fígado ou nos rins, com doenças cardíacas, com trombose, com alterações no triglicérides ou no colesterol, com histórico de tromboembolismo, com próteses metálicas ou com dermatites devem procurar outros tratamentos estéticos.

Criolipólise

Cientistas da Universidade de Harvard descobriram que, ao exporem células adiposas a baixas temperaturas, essas se rompem completamente. Com isso, o organismo entende que não fazem mais parte dele e as expele através do sistema linfático. Para tanto, é utilizado um aparelho que é colocado sobre as regiões em que se deseja perder gordura e elas são deixadas a temperaturas até a temperaturas negativas. Com no mínimo 3 meses de tratamento, cerca de 20 a 25% da gordura da área submetida à criolipólise é simplesmente eliminada do corpo, que fica delineado e firme. Embora seja bastante eficaz e divulgado, esse tratamento estético, que também é indicado em casos de flacidez, não é recomendado para mulheres grávidas, para pessoas alérgicas ao frio ou com tumores locais.




Comente!




*Campos obrigatórios