Tudo sobre as Oleaginosas

Oleaginosas – O Que São, Benefícios, Tipos e Dicas

Artigo publicado por Aline Couto nas categorias: Produtos

Se analisarmos bem, praticamente toda planta pode ser usada para produzir algum tipo de óleo para algum fim específico, a lista é vasta, mas vamos hoje apontar o que mais você precisa saber sobre o tema. Óleos vegetais são triglicéridos extraídos das plantas por muitos e muitos milênios, e os comestíveis são usados no preparo de alimentos e também podem ser usados como suplemento alimentar, como por exemplo, o óleo de cártamo que auxilia o emagrecimento, dentre outros óleos.

tudo-sobre-as-oleaginosas

Como Se Distinguem os Óleos Vegetais

Existem vários tipos de óleos vegetais, distinguidos pelo método utilizado para extrair o óleo da planta. A parte relevante da planta pode ser colocada sob pressão para extrair o óleo, dando origem a um óleo expresso (ou pressionado). Os óleos incluídos nesta lista são deste tipo. Os óleos podem também ser extraídos das plantas dissolvendo partes de plantas em água ou outro elemento solvente. A solução pode ser separada do material vegetal e concentrada. A mistura pode também ser separada por destilação do óleo para longe do material vegetal. Os óleos extraídos por este último método são chamados de óleos essenciais. Os óleos essenciais muitas vezes têm propriedades e usos diferentes do que os óleos vegetais prensados ou lixiviados. Finalmente, os óleos macerados são feitos por infusão de partes de plantas em um óleo de base, um processo chamado de extração líquida.

Classificação dos Óleos

Os óleos vegetais podem ser classificados de várias maneiras, por exemplo:

  • Por fonte: a maior parte, mas não todos os óleos vegetais são extraídos dos frutos ou sementes de plantas, e os óleos podem ser classificados agrupando óleos de plantas semelhantes, como “óleos de nozes”.
    Por utilização: como descrito acima, os óleos das plantas são utilizados no cozimento, no combustível, nos cosméticos, para fins médicos e para outros fins industriais.

Principais Óleos Comestíveis

Assim, quando o assunto é beleza e bem estar, vamos listar os principais óleos comestíveis, que muitas vezes são usados em cosméticos, que devido suas propriedades benéficas á pele, a deixam firme e jovem. Vamos a eles:

  • Óleo de coco: um óleo de cozinha, com aplicações médicas e industriais também. Extraído do caroço ou polpa do coco. Comum nos trópicos, e incomuns na composição, com ácidos graxos de cadeia média dominante;
    Óleo de cártamo: até a década de 1960 utilizados na indústria de tintas, agora principalmente como um óleo de cozinha e ainda como suplemento alimentar, amplamente vendido nas casas de produtos para atletas;
    Óleo de girassol: um óleo de cozinha comum, também usado para fazer biodiesel, tem muitas propriedades medicinais devido a presença de vitaminas E e K, sem carboidratos e com gorduras mono e poli-insaturadas, tipo de gordura que o coração e sistema circulatório agradecem;
    Óleo de amêndoas: muito utilizado na indústria de cosméticos, e ainda é comestível. E numa breve informação, a amêndoa é um alimento nutricionalmente denso, uma porção de 100 gramas é uma fonte rica (> 20% do valor Diário , DV) das vitaminas B riboflavina e niacina, a vitamina E e os minerais essenciais de cálcio , Ferro, magnésio , manganês , fósforo e zinco . O mesmo tamanho serve é também uma boa fonte (10-19% DV) das vitaminas B tiamina , vitamina B6 e folato ; Colina; E o potássio mineral essencial.
    Vale muito a pena estudar os vários tipos de óleos, pois nos ajudam na reposição muscular, são verdadeiros anabolizantes naturais sem muitas restrições, procure ajuda profissional e invista.
Aline Couto

Autora

Aline Couto já testou um pouco de todas as dietas e está sempre ligada nas últimas pesquisas e novos lançamentos na área de emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios